Trp logo Trp logo Trp logo Trp logo Trp logo

Soluções de Gestão de Produção
Aplicações Práticas de Indústria 4.0

LinkedIn, 27 de Janeiro, 2019



Fui durante vários anos responsável por um departamento de automação e melhoria contínua numa empresa multinacional.

Nesta empresa, com linhas de produção a funcionar 24h por dia, era frequente assistir a reuniões de gestão onde se analisava informação de produção e se discutia o que se produziu e o que ficou por produzir.

Discutia-se se a produção realizada estaria ajustada à capacidade dos equipamentos produtivos e tentava-se perceber porque motivo essa produção em certas alturas não era atingida.

Quando os objetivos de produção não eram atingidos, a produção responsabilizava a manutenção, que por sua vez responsabilizava a logística. No final, nunca conseguia-mos perceber o peso real de cada um nos resultados finais nem tão pouco o que estava realmente a acontecer no chão de fábrica.

Decidimos fazer algo.

Fomos dentro dos computadores das máquinas recolher automaticamente a maior quantidade possível de informação:

  • Motivos de paragem de ciclos automáticos,

  • Tempos de ciclo de cada equipamento da linha de produção,

  • Tempos de paragem de ciclo por cada equipamento,

Para a restante informação criamos estruturas para permitir aos operadores indicar os motivos de paragem. Por exemplo, sempre que um operador interrompia o ciclo automático duma máquina, apenas a conseguia voltar a arrancar depois de informar num ecrã de computador o motivo da paragem.

Toda esta informação foi processada em rede intranet, armazenada em base de dados e disponibilizada às equipas de gestão em paginas web.

Os gestores passaram a contar com relatórios online que os informavam do estado real da produção :

  • Mapas de produção por turno, que apresentavam lado a lado a produção planeada e produzida para cada hora do turno,

  • Relatórios de paragem das linhas de produção. Em cada turno, eram disponibilizados os minutos de paragem de cada linha de produção, os equipamentos que provocavam essas paragens e quando elas ocorriam,

  • Mapas de eficiência, OEE e performance

A informação de produção foi também partilhada com os operadores em chão de fábrica. Ecrãs plasma, instalados em locais estratégicos, faziam chegar aos operadores a evolução online da produção, permitindo-lhe saber em cada instante aquilo que já tinham produzido e comparar com o que deviam ter produzido.

A informação armazenada em base de dados permitiu ainda comparar a produção dum determinado dia com a ocorrida no passado e perceber a evolução (ou não) dos processos produtivos.

Os resultados foram deveras surpreendentes.

  • Acabamos por perceber que uma boa parte das quebras de produção ocorriam por motivos totalmente diferentes daquilo que inicialmente pensávamos,

  • Pudemos identificar de forma muito clara os pontos de bloqueio das linhas de produção e assim resolvê-los de forma muito mais eficiente,

  • Ao informar online os operadores do estado da produção e ao confrontar a produção de cada linha com a das linhas adjacentes, instituímos um espirito de competição que aumentou de forma significativa a eficiência das diversas equipas.

E foi assim que, em 2004, implementámos a nossa primeira solução Industria 4.0. Uma solução que recolhia em chão de fábrica um conjunto de informação relevante sobre o que aí estava a acontecer e a enviava às equipas de decisão, automaticamente e em tempo real, para que essas equipas pudessem tomar decisões baseadas em informação atualizada, objetiva e o mais direta possível.

Depois disso, já com a nossa empresa Tropimática, muitas outras lhe sucederam. No nosso caso, com uma clara vantagem : a mesma equipa que programa os robots e desenvolve o software para as máquinas industriais também desenvolve a aplicação de gestão de produção. Tudo fica mais fácil, porque basicamente sabemos onde a informação está e como a podemos ir lá buscar.

Vitor Almeida

CTO Tropimatica Lda